Filosofia para o ENEM | Filosofia na Escola

Filosofia para o ENEM

Guia com conteúdo de filosofia da prova do ENEM.
Apostila

A importância da filosofia no ENEM

A primeira pergunta que qualquer professor de filosofia ouve de um estudante sobre sua disciplina no ENEM é: cai filosofia no ENEM? Talvez pelo fato de ter retornado a pouco para o currículo do ensino médio, ou porque ocupa uma carga horária pequena comparada a disciplinas como matemática ou português, se pensa que é uma disciplina ausente na prova.

O que está errado. A filosofia é uma disciplina que está presente na prova de ciências humanas e conta todo ano com cerca de oito questões, além de alguns conceitos que aparecem nas provas de história e sociologia também terem um certo tratamento filosófico. De modo que, considerando o número de questões, a disciplina é quase tão importante quanto história e geografia.

Mas a filosofia também pode, dependendo de sua disposição para usá-la, estar presente na redação. A redação do ENEM tem um peso grande no resultado e um bom desempenho exige não apenas domínio da norma culta da língua portuguesa e habilidade de escrita. Pressupõem também um bom repertório cultural.

É nesse aspecto que a filosofia pode ser uma ferramenta de grande importância para um bom resultado no ENEM. Em uma entrevista no Estadão, cinquenta alunos com notas entre 800 e 1000 pontos na redação destacaram a importância da filosofia, assim como sociologia e história, para seu desempenho.

Roteiro de estudo para o ENEM

Optamos por organizar esse roteiro de estudo em uma sequência histórica, de modo que nosso ponto de partida será a filosofia antiga e o ponto de chegada a filosofia contemporânea.

Filosofia Antiga

Comece pelos pré-socráticos. Conheça sobretudo qual era o problema que esses filósofos discutiam e algumas de suas teorias. Conheça pelo menos o pensamento de dois desses filósofos, como Tales e Demócrito.

O próximo passo é Sócrates. Vale a pena conhecer um pouco de sua vida e conceitos fundamentais, como dialética, maiêutica e ignorância socrática.

Imprescindível na filosofia, Platão é um filósofo necessário. Conheça sua teoria das ideias, que é o ponto central de sua filosofia.

De Aristóteles, saiba um pouco sobre sua ética da virtude e conceito de felicidade. Ainda na filosofia antiga, é importante conhecer algumas das correntes filosóficas que predominaram no período helenista. As mais destacadas são o epicurismo e o estoicismo. Para isso, estude um pouco do pensamento de Epicuro e Zenão.

Filosofia Moderna

Do período moderno, é indispensável conhecer as teses centrais do empirismo inglês, racionalismo cartesiano e construtivismo kantiano. Para isso, conheça as teorias do conhecimento de Descartes, Locke, Hume e Kant.

Além da epistemologia, é importante estudar algumas teorias éticas que foram desenvolvidas nesse período. Nesse aspecto, se destacam a ética kantiana e a ética utilitarista.

Na política também há alguns temas recorrentes. A teoria política de Maquiavel, seu conceito de virtude e o contraste entre ética e política; o contratualismo de Locke, Hobbes e Rousseau; a teoria dos três poderes de Montesquieu.

Filosofia Contemporânea

Quando o assunto é filosofia contemporânea, é mais difícil identificar temas ou autores centrais.

Um dos poucos pensadores que pode ser considerado recorrente na prova do ENEM é Habermas e seu conceito de democracia deliberativa.

A lista de filósofos possíveis inclui: Nietzsche, Sartre e o existencialismo, Foucault especialmente sua concepção de sociedade disciplinar, Guy Debord e John Rawls.

Um bom estudo!

Se gostou ou não da página, não deixe de avaliá-la e, se possível, registrar um comentário. Essa é uma referência que usamos constantemente para atualizar nossas páginas e criar um conteúdo relevante. Muito obrigado!

  • Essa página foi útil?
  • Sim   Não