Livros de Filosofia

Livros clássicos de filosofia

Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal, de Hannah Arendt

Em 1960, sequestrado num subúrbio de Buenos Aires por um comando israelense, Adolf Eichmann é levado para Jerusalém, para o que deveria ser o maior julgamento de um carrasco nazista depois do tribunal de Nuremberg. Mas, durante o processo, em vez do monstro sanguinário que todos esperavam ver, surge um funcionário medíocre incapaz de refletir sobre seus atos.

O livro de Arendt é um misto de reportagem jornalística e reflexão filosófica sobre esse evento. Um dos conceitos apresentados pela autora para compreender Eichmann é “banalidade do mal”. Não é incomum pensar que os responsáveis por executar a “solução final” são psicopatas com sede de sangue, que são pessoas especialmente cruéis e maldosas. O que Arendt queria mostrar é que esse não é o caso. Na verdade, Eichmann não passa de um servidor público que compriu diligentemente as ordens que lhe foram dadas. Eichmann chega mesmo a dizer em sua defesa que “tinha vivido toda a sua vida de acordo com os princípios morais de Kant, e particularmente segundo a definição kantiana do dever”.

O que faz com os seres humanos acabem fazem o mal, tal como aconteceu no nazismo? É sobre essa questão que Arendt nos propõe pensar sem se apegar a compreensões simplistas que evocam desejos sanguinários e prazer com o sofrimento alheio.

Ver preço

A república de Platão

A república de Platão é um livro escrito por volta de 380 a. C. O livro retrata um diálogo fictício entre Sócrates e outras figuras importantes da Atenas Antiga, a cidade do autor.

O tema central do livro de Platão é a justiça. Por que os homens se comportam (quando o fazem) de maneira justa? É porque temem o castigo da sociedade? Por que temem o castigo divino? Temos boas razões para sermos justos e agir corretamente caso não existam punições? O que é uma sociedade justa? Existe um conceito único de justiça ou esse varia de acordo com as opiniões pessoais ou da sociedade em que vive?
Para responder a essas questões, Platão vai apresentar um ideal de sociedade, governada por reis filósofos. Além disso, apresenta sua conhecida teoria das formas ou ideias para explicar porque pensa ser o filósofo o único qualificado para a função de governo de uma cidade.

A República de Platão é um dos livros mais influentes da história. Sua leitura não é fácil como a leitura de uma história, por exemplo. Certamente, se se propor o desafio de ler esse livro, encontrará passagens incompreensíveis. Nada anormal se tratando de um livro de filosofia. Porém o trabalho é recompensado com uma das melhores discussões da história da filosofia.

Ver preço

Apologia de Sócrates, de Platão

Em 399 a. C., Sócrates foi condenado à morte acusado de corromper a juventude e não acreditar nos deuses de Atenas, cidade grega. Foi seu próprio advogado em seu julgamento, fazendo uma defesa da filosofia diante do júri da cidade. Platão, que acompanhou o julgamento de Sócrates, registrou posteriormente o discurso do mestre neste livro que é a principal fonte de informações sobre a vida do filósofo que dizia que apenas sabia que não sabia de nada e andava pela ruas de Atenas, no mercado, nos banquetes fazendo com que as pessoas examinassem suas crenças mais básicas, sobre coisas como o amor, a virtude, a coragem, a justiça.

Ver preço

Ensaios, de Montaigne

Montaigne passou basicamente toda a segunda parte de sua vida perguntando a si mesmo (e às outras pessoas) todo tipo de perguntas interessantes e então explorando as respostas em forma de ensaios provocativos. Todo tipo de questões – num desses ensaios, por exemplo, Montaigne se pergunta se é ele que está usando seu gato como brinquedo, ou o gato que o usa como brinquedo. Estes ensaios sempre provocam nosso pensamento sobre temas interessantes – seja sobre a morte, sobre outras pessoas, sobre animais, sobre sexo, ou qualquer coisa.

Ver preço

Em busca de sentido, Viktor Frankl

O autor é enviado para um campo de concentração e encontra alguma maneira de transformá-lo na metáfora definitiva da vida: que temos pouco controle sobre nossas circunstâncias, controle total sobre nossa atitude e nossa capacidade de fazer sentido a partir das coisas que nos acontecem.

No caso de Frankl, temos a sorte de ele ser um brilhante psicólogo e escritor que conseguiu transformar tudo isso em um dos livros mais importantes do século XX. Eu penso constantemente em sua fala sobre o homem que pergunta: “Qual é o sentido da vida?” A resposta é que você não consegue fazer a pergunta. A vida é quem pede e devemos responder com nossas ações.

Ver preço

Livros introdutórios

Esses são alguns livros introdutórios à filosofia de fácil leitura.

O Pensamento Voa

O pensamento voa, redescobrindo o prazer da filosofia é um romance de Lucy Eyre. A história é bastante imaginativa. Quando os filósofos morrem, não vão nem para o paraíso nem para o inferno – vão para o mundo das ideias. E lá quem governa desde sempre é Sócrates, um dos filósofos mais conhecidos da história. Porém, seu reinado é desafiado por um novato, Wittgenstein, um filósofo que viveu no século XX. Para decidir quem vai continuar no comando do mundo das ideias, fazem uma aposta. Se Sócrates conseguir conseguir fazer com que um adolescente da terra seja levado a ver sentido na filosofia, continua no comando. Do contrário, terá que sair do seu cargo.

Esse é o ponto de partida da história contada por Lucy Eyre. Junto com sua assistente, Sócrates escolhe Ben para conhecer um pouco da filosofia. E é a partir daí que vamos conhecer uma série de discussões e ideia presentes nas filosofia.

Ver preço

O Mundo de Sofia

O mundo de Sofia também é um romance, escrito por Jostein Gaarder. O livro é um sucesso de vendas – um milhão de exemplares só no Brasil, o que pode ser considerado um grande feito se tratando de um livro sobre filosofia. O livro narra a história de Sofia, uma adolescente de que está prestes a completar quinze anos. Na véspera de seu aniversário ele começa a receber algumas cartas bastante misteriosas. As cartas lhe fazem perguntas sobre assuntos que em momento algum havia parado para pensar: de onde veio, para onde vai.

O romance alia uma história de mistério que prende o leitor ao mesmo tempo que conhecemos um pouco dos principais filósofos: Tales, Demócrito, Sócrates, Platão, Aristóteles, Descartes, Hume, Kant e muitos outros. O sucesso do livro não é sem motivo. Poucos livros são capazes de transmitir tamanho encanto pelo questionamento, pela reflexão, pelas ideias, pela filosofia.

Ver preço

Uma Breve História da Filosofia

O livro Uma breve história da filosofia, de Nigel Warburton, tem quarenta capítulos, cada um dedicado a um filósofo do pensamento ocidental. A jornada começa com Sócrates e encerra com Peter Singer. Cada capítulo explora ideias importantes dos filósofos: a felicidade em Aristóteles, o jardim de Epicuro, a aposta de Pascal, o véu de ignorância de Rawls. O livro é de fácil leitura e Warburton alia uma exposição sobre as ideias e detalhes sobre a vida de seus autores. Lendo o livro você vai conhecer um repertório bastante vasto de ideias filosóficas.

Ver preço

Uma Breve Introdução à Filosofia

Thomas Nagel, o autor do livro, é um filósofo contemporâneo ainda vivo. Ele escreveu vários livros técnicos sobre temas filosóficos, mas esse é acessível para qualquer pessoa. Nele você vai encontrar uma introdução à filosofia que vai direto ao ponto: a discussão filosófica. No livro, Nagel discute filosoficamente questões como: possuímos livre-arbítrio? Por que deveríamos agir corretamente? Qual a relação entre nossas mentes e nossos cérebros? Existe vida após a morte? Nossas vidas realmente têm sentido ou tudo não passa de um absurdo? Ao contrário dos dois livros anteriores, em que prevale um relato histórico de várias ideias filosóficas, nesse o autor nos convida a uma reflexão e debate sobre as questões fundamentais da filosofia.

Ver preço

Livraria

O Anticristo
R$ 22

Nietzsche

Além do bem e do mal
R$ 21

Nietzsche

Genealogia da moral
R$ 19

Nietzsche

O mundo de Sofia
R$ 29

Jostein Gaarder

A gaia Ciência
R$ 20

Nietzsche

Nietzsche
R$ 32

Michel Onfray

A revolução dos bichos
R$ 23

George Orwell

Fahrenheit 451
R$ 9

Ray Bradbury