Filmes sobre argumentação

O grande desafio

Título original: The Great Debaters
Título no Brasil: O Grande Desafio
Duração: 126 min.
Ano: 2007
Classificação: 14 anos

O filme, baseado em fatos reais, relata a história do professor Melvin B. Tolson e sua equipe de debate. Tolson é professor negro em uma universidade do Texas na década de 1930. Para participar de uma competição de debates em todo o país, organiza e treina um pequeno time de debatedores. Depois de inúmeros debates com universidades de todo o país, sua equipe vence inclusive a prestigiada universidade de Harvard.

O filme possui vários elementos que o tornam bastante rico para ser explorado em sala de aula. Por um lado, há aspectos estritamente relacionados à argumentação. Desde estratégias de argumentação ensinadas pelo professor, como se preparar para um debate até a postura adequada durante o debate. Os personagens do filme, nesse sentido, podem ser vistos como modelos. Considerando que os alunos talvez não estejam familiarizados com esse formato de discussão, que talvez associem o debate à discussão com vozes exaltadas, essa pode ser uma boa oportunidade de alterar a forma como veem o debate.

Por outro lado, podemos observar também a importância da palavra, da argumentação. O tema explorado pelo filme e a discriminação racial da década de 1930 nos Estados Unidos. O grupo de debatedores de Tolson é formado por negros que não apenas tem que superar os oponentes durantes os debates usando a palavra falada, mas também tem que superar o preconceito de uma sociedade profundamente racista e violenta. E a argumentação é usada como uma arma contra essa injustiça.


Doze homens e uma sentença

12-homens-e-uma-sentenca_t4066Título original: 12 Angry Men
Título no Brasil: Doze homens e uma sentença
Duração: 136 min.
Ano: 1957 (há uma versão mais recente)
Classificação: 14 anos

O filme relata a história de um juri popular em que doze homens tem que decidir, de forma consensual, se um jovem é culpado de matar o próprio pai. Desses doze homens, inicialmente apenas um considera necessário analisar com mais cuidado as evidências apresentadas pela acusação, ao passo que os restante estão confiantes de que o acusado é culpado. O que presenciaremos é um embate entre uma pessoa mais cética, disposta a refletir antes do julgamento, e onze pessoas totalmente crédulas.

De certa forma, podemos traçar um paralelo entre o herói da história e a insistência de Sócrates em analisar mesmo aquelas crenças consideradas óbvias pelos atenienses. Assim como Sócrates, o protagonista é hábil na arte de questionar. E através disso é capaz de mostrar aos integrantes do juri a fragilidade de várias evidências que consideravam sólidas. Nesse sentido, o filme pode ser usado para mostrar um modelo tanto de uma atitude apropriada e filosófica (suspender o julgamento, analisar as evidências, manter um posição mesmo quando todos pensam diferente) quanto da arte de analisar um problema

  • Essa página foi útil?
  • Sim   Não