Questões de filosofia ENEM 2019 2° aplicação

Questão 1 (ENEM 2019 2° aplicação)

Tomás de Aquino, filósofo cristão que viveu no século XIII, afirma: a lei é uma regra ou um preceito relativo às nossas ações. Ora, a norma suprema dos atos humanos é a razão. Desse modo, em última análise, a lei está submetida à razão; é apenas uma formulação das exigências racionais. Porém, é mister que ela emane da comunidade, ou de uma pessoa que legitimamente a representa.

GILSON, E.; BOEHNER, P. História da filosofia cristã. Petrópolis: Vozes, 1991 (adaptado).

No contexto do século XIII, a visão política do filósofo mencionado retoma o
conceito de bem comum de Aristóteles.
Resposta certa!
pensamento idealista de Platão.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
conformismo estoico de Sêneca.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ensinamento místico de Pitágoras.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
paradigma de vida feliz de Agostinho.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 2 (ENEM 2019 2° aplicação)

Vimos que o homem sem lei é injusto e o respeitador da lei é justo; evidentemente todos os atos legítimos são, em certo sentido, atos justos, porque os atos prescritos pela arte do legislador são legítimos e cada um deles é justo. Ora, nas disposições que tomam sobre todos os assuntos, as leis têm em mira a vantagem comum, quer de todos, quer dos melhores ou daqueles que detêm o poder ou algo desse gênero; de modo que, em certo sentido, chamamos justos aqueles atos que tendem a produzir e a preservar, para a sociedade política, a felicidade e os elementos que a compõem.

ARISTÓTELES. A política. São Paulo: Cia. das Letras, 2010 (adaptado).

De acordo com o texto de Aristóteles, o legislador deve agir conforme a
virtude e os interesses públicos.
Resposta certa!
moral e a vida privada.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
utilidade e os critérios pragmáticos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
lógica e os princípios metafísicos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
razão e as verdades transcendentes.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 3 (ENEM 2019 2° aplicação)

Quando se trata de competência nas construções e nas artes, os atenienses acreditam que poucos sejam capazes de dar conselhos. Quando, ao contrário, se trata de uma deliberação política, toleram que qualquer um fale, de outro modo não existiria a cidade.

BOBBIO, N. Teoria geral da política. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000 (adaptado).

De acordo com o texto, a atuação política dos cidadãos atenienses na Antiguidade Clássica tinha como característica fundamental o(a)
participação direta em fóruns decisórios.
Resposta certa!
dedicação altruísta em ações coletivas.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ativismo humanista em debates públicos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
discurso formalista em espaços acadêmicos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
representação igualitária em instâncias parlamentares.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 4 (ENEM 2019 2° aplicação)

O espírito humano controla as máquinas cada vez mais potentes que criou. Mas a lógica dessas máquinas artificiais controla cada vez mais o espírito dos cientistas, sociólogos, políticos e, de modo mais abrangente, todos aqueles que, obedecendo à soberania do cálculo, ignoram tudo o que não é quantificável, ou seja, os sentimentos, sofrimentos, alegrias dos seres humanos. Essa lógica é assim aplicada ao conhecimento e à conduta das sociedades, e se espalha em todos os setores da vida.

MORIN, E. O método 5: a humanidade da humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2012 (adaptado).

No contexto atual, essa crítica proposta por Edgar Morin se aplica à
valorização do paradigma tecnológico.
Resposta certa!
intensificação das relações interpessoais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
descentralização do poder econômico.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
fragmentação do mercado consumidor.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
simplificação das atividades laborais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 5 (ENEM 2019 2° aplicação)

Eis o ensinamento de minha doutrina: “Viva de forma a ter de desejar reviver — é o dever —, pois, em todo caso, você reviverá! Aquele que ama antes de tudo se submeter, obedecer e seguir, que obedeça! Mas que saiba para o que dirige sua preferência, e não recue diante de nenhum meio! É a eternidade que está em jogo!”.

NIETZSCHE apud FERRY, L. Aprender a viver: filosofia para os novos tempos. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010 (adaptado).

O trecho contém uma formulação da doutrina nietzscheana do eterno retorno, que apresenta critérios radicais de avaliação da
qualidade de nossa existência pessoal e coletiva.
Resposta certa!
conveniência do cuidado da saúde física e espiritual.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
legitimidade da doutrina pagã da transmigração da alma.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
veracidade do postulado cosmológico da perenidade do mundo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
validade de padrões habituais de ação humana ao longo da história.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 6 (ENEM 2019 2° aplicação)

TEXTO I

Eu queria movimento e não um curso calmo da existência. Queria excitação e perigo e a oportunidade de sacrificar-me por meu amor. Sentia em mim uma superabundância de energia que não encontrava escoadouro em nossa vida.

TOLSTÓI, L. Felicidade familiar. Apud KRAKAUER, J. Na natureza selvagem. São Paulo: Cia. das Letras, 1998.

TEXTO II

Meu lema me obrigava, mais que a qualquer outro homem, a um enunciado mais exato da verdade; não sendo suficiente que eu lhe sacrificasse em tudo o meu interesse e as minhas simpatias, era preciso sacrificar-lhe também minha fraqueza e minha natureza tímida. Era preciso ter a coragem e a força de ser sempre verdadeiro em todas as ocasiões.

ROUSSEAU, J.-J. Os devaneios do caminhante solitário. Porto Alegre: L&PM, 2009.

Os textos de Tolstói e Rousseau retratam ideais da existência humana e defendem uma experiência
estético-romântica, caracterizada por sinceridade, vitalidade e impulsividade.
Resposta certa!
lógico-racional, focada na objetividade, clareza e imparcialidade.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
místico-religiosa, ligada à sacralidade, elevação e espiritualidade.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
sociopolítica, constituída por integração, solidariedade e organização.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
naturalista-científica, marcada pela experimentação, análise e explicação.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 7 (ENEM 2019 2° aplicação)

Tomemos o exemplo de Sócrates: é precisamente ele quem interpela as pessoas na rua, os jovens no ginásio, perguntando: “Tu te ocupas de ti?” O deus o encarregou disso, é sua missão, e ele não a abandonará, mesmo no momento em que for ameaçado de morte. Ele é certamente o homem que cuida do cuidado dos outros: esta é a posição particular do filósofo.

FOUCAULT, M. Ditos e escritos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

O fragmento evoca o seguinte princípio moral da filosofia socrática, presente em sua ação dialógica:
Examinar a própria vida.
Resposta certa!
Ironizar o seu oponente.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
Sofismar com a verdade.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
Debater visando a aporia.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
Desprezar a virtude alheia.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 8 (ENEM 2019 2° aplicação)

A importância do conhecimento está em seu uso, em nosso domínio ativo sobre ele, quero dizer, reside na sabedoria. É convencional falar em mero conhecimento, separado da sabedoria, como capaz de incutir uma dignidade peculiar a seu possuidor. Não compartilho dessa reverência pelo conhecimento como tal. Tudo depende de quem possui o conhecimento e do uso que faz dele.

WHITHEHEAD, A. N. Os fins da educação e outros ensaios. São Paulo: Edusp, 1969.

No trecho, o autor considera que o conhecimento traz possibilidades de progresso material e moral quando
avalia a sua aplicabilidade.
Resposta certa!
prioriza o rigor conceitual.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
valoriza os seus dogmas.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
busca a inovação tecnológica.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
instaura uma perspectiva científica.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 9 (ENEM 2019 2° aplicação)

A ciência ativa rompe com a separação antiga entre a ciência (episteme), o saber teórico, e a técnica (techne), o saber aplicado, integrando ciência e técnica. Do ponto de vista da ideia de ciência, a valorização da observação e do método experimental opõe a ciência ativa à ciência contemplativa dos antigos; assim também, a utilização da matemática como linguagem da física, proposta por Galileu sob inspiração platônica e pitagórica, e contrária à concepção aristotélica.

MARCONDES, D. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008 (adaptado).

Nesse contexto, a ciência encontra seu novo fundamento na
utilização da prova para confirmação empírica.
Resposta certa!
apropriação do senso comum como inspiração.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
reintrodução dos princípios da metafísica clássica.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
construção do método em separado dos fenômenos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
consolidação da independência entre conhecimento e prática.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 10 (ENEM 2019 2° aplicação)

A estética relativamente estável do modernismo fordista cedeu lugar a todo o fermento, instabilidade e qualidades fugidias de uma estética pós-moderna que celebra a diferença, a efemeridade, o espetáculo, a moda e a mercadificação de formas culturais.

HARVEY, D. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 2009.

No contexto descrito, as transformações estéticas impactam a produção de bens por meio da
redução do tempo de vida dos produtos, acompanhada da crescente inovação.
Resposta certa!
promoção de empregos fabris, integrada às linhas de montagem.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ampliação dos custos de fabricação, impulsionada pelo consumo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
diminuição da importância da organização logística, utilizada pelos fornecedores.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
expansão de mercadorias estocadas, aliada a maiores custos de armazenamento.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 11 (ENEM 2019 2° aplicação)

É amplamente conhecida a grande diversidade gastronômica da espécie humana. Frequentemente, essa diversidade é utilizada para classificações depreciativas. Assim, no início do século, os americanos denominavam os franceses de “comedores de rãs”. Os índios kaapor discriminam os timbiras chamando-os pejorativamente de “comedores de cobra”. E a palavra potiguara pode significar realmente “comedores de camarão”. As pessoas não se chocam apenas porque as outras comem coisas variadas, mas também pela maneira que agem à mesa. Como utilizamos garfos, surpreendemo-nos com o uso dos palitos pelos japoneses e das mãos por certos segmentos de nossa sociedade.

LARAIA, R. Cultura: um conceito antropológico. São Paulo: Jorge Zahar, 2001 (adaptado).

O processo de estranhamento citado, com base em um conjunto de representações que grupos ou indivíduos formam sobre outros, tem como causa o(a)
etnocentrismo recorrente entre populações.
Resposta certa!
reconhecimento mútuo entre povos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
comportamento hostil em zonas de conflito.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
constatação de agressividade no estado de natureza.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
transmutação de valores no contexto da modernidade.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 12 (ENEM 2019 2° aplicação)

O conhecimento é sempre aproximado, falível e, por isso mesmo, suscetível de contínuas correções. Uma justificação pode parecer boa, num certo momento, até aparecer um conhecimento melhor. O que define a ciência não será então a ilusória obtenção de verdades definitivas. Ela será antes definível pela prevalência da utilização, por parte dos seus praticantes, de instrumentalidades que o campo científico forjou e tornou disponíveis. Ou seja, cada progressão no conhecimento que mostre o caráter errôneo ou insuficiente de conhecimentos anteriores não remete estes últimos para as trevas exteriores da não ciência, mas apenas para o estágio de conhecimentos científicos historicamente ultrapassados.

ALMEIDA, J. F. Velhos e novos aspectos da epistemologia das ciências sociais. Sociologia: problemas e práticas, n. 55, 2007 (adaptado).

O texto desmistifica uma visão do senso comum segundo a qual a ciência consiste no(a)
conjunto de teorias imutáveis.
Resposta certa!
consenso de áreas diferentes.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
coexistência de teses antagônicas.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
avanço das pesquisas interdisciplinares.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
preeminência dos saberes empíricos.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 13 (ENEM 2019 2° aplicação)

Uma parte da nossa formação científica confunde-se com a atividade de uma polícia de fronteiras, revistando os pensamentos de contrabando que viajam na mala de outras sabedorias. Apenas passam os pensamentos de carimbada cientificidade. A biologia, por exemplo, é um modo maravilhoso de emigrarmos de nós, de transitarmos para lógicas de outros seres, de nos descentrarmos. Aprendemos que não somos o centro da vida nem o topo da evolução.

COUTO, M. Interinvenções. Portugal: Caminho, 2009 (adaptado).

No trecho, expressa-se uma visão poética da epistemologia científica, caracterizada pela
compreensão da realidade com base em uma perspectiva não antropocêntrica.
Resposta certa!
implementação de uma viragem linguística com base no formalismo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
fundamentação de uma abordagem híbrida com base no relativismo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
interpretação da natureza eclética das coisas com base no antiacademicismo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
definição de uma metodologia transversal com base em um panorama cético.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

✏️ Questões fiosofia ENEM 2020 ✏️ Lista de exercícios 🎓 Plano de estudos para ENEM