Sobre | Filosofia na Escola

Sobre

Olá, Leitor.

Me chamo William e em 2015 criei o site Filosofia na Escola.

Sou professor de filosofia no ensino médio e originalmente criei esse espaço para disponibilizar conteúdos adicionais aos meus estudantes. Esse ainda é um dos motivos que fazem com que dê continuidade a esse projeto. Mas com o passar do tempo, e graças aos inúmeros comentários de apoio e agradecimento, esse trabalho tomou um proporção mais ampla.

O volume de pesquisas na web hoje é imenso. A pesquisa escolar está migrando em parte de meios mais tradicionais, como livros didáticos, enciclopédias e todo tipo de material impresso, para a internet. E isso é algo que provavelmente se acentuará nos próximos anos. Só para você ter uma ideia, apenas no mês de setembro de 2018, a página dedicada à Sócrates na Wikipedia em português recebeu 100.000 visitas.

Nosso grande desafio nesse contexto, como professores e pessoas que promovem a aprendizagem da filosofia no Brasil, é garantir que exista na internet disponibilidade de recursos de qualidade e que aparaçam nas primeiras páginas dos principais mecanismos de busca, que é onde a maior parte dos internautas acessam informações.

Acreditamos mais do que nunca na importância do ensino de filosofia. Em tempos sombrios em que o conhecimento e a reflexão são trocados pela ignorância, pelo ódio e pelo preconceito é preciso insistir na lucides e na reflexão. E o Filosofia na Escola é nossa modesta contribuição para a construção de uma sociedade mais reflexiva, mais tolerante, mais justa.

Esse é um projeto em andamento. Tem seu erros e acertos. Em algumas páginas, conseguimos o objetivo de produzir um material que seja relevante, consistente, baseado em referências sólidas e reconhecidas dentro da filosofia e, além disso, que seja posicionado nas primeiras páginas de pesquisa dos principais buscadores da internet. Mas isso nem sempre é o caso. Ainda há páginas com conteúdo duplicado, que devem ser substituídas; páginas que precisam de revisão e adequação de conteúdo; páginas que ainda precisam ser criadas. Enfim, há muito trabalho a ser feito e uma avaliação crítica é sempre bem vinda.

Contato

Ver Currículo Lattes