Questões de filosofia ENEM digital 2020

Questões de filosofia ENEM digital 2020

Questão 1 (ENEM 2020 Digital)

TEXTO I
Aquele que não é capaz de pertencer a uma comunidade ou que dela não tem necessidade, porque se basta a si mesmo, não é em nada parte da cidade, embora seja quer um animal, quer um deus.

ARISTÓTELES. A política. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

TEXTO II
Nenhuma vida humana, nem mesmo a vida de um eremita em meio à natureza selvagem, é possível sem um mundo que, direta ou indiretamente, testemunhe a presença de outros seres humanos.

ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

Associados a contextos históricos distintos, os fragmentos convergem para uma particularidade do ser humano, caracterizada por uma condição naturalmente propensa à:
articulação coletiva.
Resposta certa!
atividade contemplativa.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
produção econômica.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
criação artística.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
crença religiosa.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 2 (ENEM 2020 Digital)

Sem negar que Deus prevê todos os acontecimentos futuros, entretanto, nós queremos livremente aquilo que queremos. Porque, se o objeto da presciência divina é a nossa vontade, é essa mesma vontade assim prevista que se realizará. Haverá, pois, um ato de vontade livre, já que Deus vê esse ato livre com antecedência.

SANTO AGOSTINHO. O livre-arbítrio. São Paulo: Paulus, 1995 (adaptado).

Essa discussão, proposta pelo filósofo Agostinho de Hipona (354-430), indica que a liberdade humana apresenta uma
natureza condicionada.
Resposta certa!
competência absoluta.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
aplicação subsidiária.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
utilização facultativa.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
autonomia irrestrita.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 3 (ENEM 2020 Digital)

Os sofistas inventam a educação em ambiente artificial, o que se tornará uma das características de nossa civilização. Eles são os profissionais do ensino, antes de tudo pedagogos, ainda que seja necessário reconhecer a notável originalidade de um Protágoras,
de um Górgias ou de um Antifonte, por exemplo. Por um salário, eles ensinavam a seus alunos receitas que lhes permitiam persuadir os ouvintes, defender, com a mesma habilidade, o pró e o contra, conforme o entendimento de cada um.

HADOT, P. O que é a filosofia antiga? São Paulo: Loyola, 2010 (adaptado).

O texto apresenta uma característica dos sofistas, mestres da oratória que defendiam a(o)
relativismo, evidenciado na convencionalidade das instituições políticas.
Resposta certa!
ideia do bem, demonstrado na mente com base na teoria da reminiscência.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ética, aprimorada pela educação de cada indivíduo com base na virtude.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ciência, comprovada empiricamente por meio de conceitos universais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
religião, revelada pelos mandamentos das leis divinas.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 4 (ENEM 2020 Digital)

Princípios práticos são subjetivos, ou máximas, quando a condição é considerada pelo sujeito como verdadeira só para a sua vontade; são, por outro lado, objetivos, quando a condição é válida para a vontade de todo ser natural.

KANT, I. Crítica da razão prática. Lisboa: Edições 70, 2008.

A concepção ética presente no texto defende a
universalidade do dever.
Resposta certa!
maximização da utilidade.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
aprovação pelo sentimento.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
identificação da justa medida.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
obediência à determinação divina.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 5 (ENEM 2020 Digital)

O fim último, causa final e desígnio dos homens, ao introduzir uma restrição sobre si mesmos sob a qual os vemos viver nos Estados, é o cuidado com sua própria conservação e com uma vida mais satisfeita; quer dizer, o desejo de sair da mísera condição de guerra que é a consequência necessária das paixões naturais dos homens, como o orgulho, a vingança e coisas semelhantes. É necessário um poder visível capaz de mantê-los em respeito, forçandoos, por medo do castigo, ao cumprimento de seus pactos e ao respeito às leis, que são contrárias a nossas paixões naturais.

HOBBES, T. M. Leviatã. São Paulo: Nova Cultural, 1999 (adaptado).

Para o autor, o surgimento do estado civil estabelece as condições para o ser humano
assegurar o exercício do poder, com o resgate da sua autonomia.
Resposta certa!
internalizar os princípios morais, objetivando a satisfação da vontade individual.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
aderir à organização política, almejando o estabelecimento do despotismo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
aprofundar sua religiosidade, contribuindo para o fortalecimento da Igreja.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
obter a situação de paz, com a garantia legal do seu bem-estar.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 6 (ENEM 2020 Digital)

É certo que entramos na era das sociedades de “controle”. Elas já não são exatamente sociedades disciplinares, cuja técnica principal é o confinamento (não somente o hospital e a prisão, mas também a escola, a fábrica, o quartel). A sociedade de controle não funciona por confinamento, mas por controle contínuo e comunicação instantânea. É evidente que não deixamos de falar de prisão, de escola, de hospital: mas essas instituições estão em crise.

DELEUZE, G. Entrevista a Toni Negri. In: O devir revolucionário e as criações políticas. Novos Estudos Cebrap, n. 28, out. 1990 (adaptado).

No trecho, ao problematizar as sociedades contemporâneas, Gilles Deleuze está enfatizando a ausência de
autonomia nas ações individuais.
Resposta certa!
legitimidade nas redes de informação.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
sanções no ordenamento jurídico.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
padrões na sociedade de consumo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
inovações nos sistemas educacionais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 7 (ENEM 2020 Digital)

Numa democracia representativa, como é o Brasil, o direito de votar para escolha dos governantes, que irão ocupar os cargos do Executivo e do Legislativo, é um dos direitos fundamentais da cidadania. Na impossibilidade de participação direta do povo nas decisões que deverão ser tomadas a respeito de questões da máxima relevância para o interesse público, a escolha de representantes para o desempenho dessas tarefas foi o caminho encontrado para que as opções reflitam a vontade do povo.

DALLARI, D. Em busca da democracia representativa. Disponível em: www.jb.com.br. Acesso em: 2 fev. 2015.

Na perspectiva apontada no texto, a consolidação da democracia no Brasil baseia-se na representação popular por meio dos(as)
partidos políticos.
Resposta certa!
fóruns sociais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
conselhos federais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
entidades de classe.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
organizações não governamentais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 8 (ENEM 2020 Digital)

Há um tempo, belas e boas são todas as ações justas e virtuosas. Os que as conhecem nada podem preferir-lhes. Os que não as conhecem, não somente não podem praticá-las como, se o tentam, só cometem erros. Assim praticam os sábios atos belos e bons, enquanto os que não o são só podem descambar em faltas. E se nada se faz justo, belo e bom que não pela virtude, claro é que na sabedoria se resumem a justiça e todas as mais virtudes.

XENOFONTE. Ditos e feitos memoráveis de Sócrates. Apud CHALITA, G. Vivendo a filosofia. São Paulo: Ática, 2005.

Ao fazer referência ao conteúdo moral da filosofia socrática narrada por Xenofonte, o texto indica que a vida virtuosa está associada à
persecução da verdade como forma de agir corretamente.
Resposta certa!
aceitação do sofrimento como gênese da felicidade suprema.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
moderação dos prazeres com vistas à serenidade da alma.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
contemplação da physis como fonte de conhecimento.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
satisfação dos desejos com o objetivo de evitar a melancolia.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 9 (ENEM 2020 Digital)

Com tanta espionagem à solta, governantes sofrem para ter um smartphone, acessível aos cidadãos comuns, mas problemático para líderes políticos. O aparelho é também um potencial rastreador preciso, capaz de localizar o chefe de Estado no mapa e gravar as conversas mesmo sem estar fazendo uma chamada. Tentação e risco na forma de um smartphone. O Globo, 26 out. 2013 (adaptado).

A situação retratada problematiza o uso dessa tecnologia em relação ao(à)
expansão dos espaços monitorados.
Resposta certa!
valorização das redes virtuais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
aumento da prática consumista.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
crescimento da economia global.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
ampliação dos meios comunicacionais.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

Questão 10 (ENEM 2020 Digital)

O termo manipulação significa uma consciente intervenção técnica em um material dado. Se a intervenção é de uma importância social imediata, a manipulação constitui um ato político. É o caso da indústria da consciência. Assim, toda utilização de meios pressupõe uma manipulação. Os mais elementares processos de produção constituem intervenções no material existente. Portanto, escrever, filmar ou emitir sem manipulação não existe. Por conseguinte, a questão não é se os meios são manipulados ou não, mas quem manipula os meios.

ENZENSBERGER, H. M. Elementos para uma teoria dos meios de comunicação. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1979 (adaptado).

Esse entendimento acerca dos meios de comunicação, produzido na década de 1970, contesta o(a)
neutralidade dos mecanismos midiáticos.
Resposta certa!
valorização dos interesses particulares.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
fragmentação do conteúdo informativo.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
crescimento do mercado jornalístico.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.
controle do poder estatal.
Ops, não é essa a resposta. Tente outra opção.

✏️ Questões fiosofia ENEM 2020 ✏️ Lista de exercícios 🎓 Plano de estudos para ENEM

📺 Gostaria de conhecer nosso conteúdo em vídeo?

Acompanhe nosso canal no Youtube. Aprenda sobre conceitos filosóficos complexos através de vídeos breves, com explicações acessíveis, analogias e ilustrações.