Imagem com logo do site

Questões sobre relativismo moral

O que é o relativismo descritivo?
A crença de que existem valores morais objetivos e universais.
A prática de adotar diferentes comportamentos éticos em diferentes situações.
A observação de que culturas diferentes têm códigos morais diferentes.
A teoria segundo a qual a moralidade é totalmente subjetiva e não há nenhum padrão objetivo para julgar o que é certo ou errado.
O que os relativistas morais afirmam sobre verdades morais universais?
Elas não existem e todas as práticas morais são igualmente válidas.
Elas existem, mas variam de acordo com a cultura em que são aplicadas.
Elas existem e devem ser seguidas por todas as culturas.
Elas podem existir, mas só são aplicáveis a algumas culturas.
Qual é a definição de relativismo moral?
A ideia de que a moralidade varia de indivíduo para indivíduo e é totalmente relativa ao sujeito.
A crença de que existem valores morais objetivos e universais.
A prática de adotar diferentes comportamentos éticos em diferentes situações.
A teoria segundo a qual julgamentos morais são verdadeiros ou falsos de acordo com uma determinada cultura.

O problema sobre o direito de uma pessoa decidir quando e como deve morrer é, sem dúvida, um tema muito controvertido. Leia o texto a seguir que apresenta as diferenças culturais sobre este tema tão polêmico.

Lidar com o fenômeno morte nunca foi algo tão simples para algumas civilizações. Por exemplo, os antigos egípcios se preparavam para a morte ornando seus túmulos como templo para a vida eterna, pois sabiam que a vida se prolongava com o afastamento da alma do corpo.

O povo mexicano, nos dias de hoje, mantém em suas tradições o culto com festas aos seus antepassados no dia dos mortos. É próprio da tradição cristã crer que a vida terrena é passageira e a morte, o caminho para uma outra vida, vida eterna em graça de Deus, muito embora seja típico o choro por seus mortos. E assim, cada povo tem sua forma muito específica de lidar com esse fenômeno morte.

Noutro registro, pode-se pensar também no exemplo de como, fim do século XX, o médico Jack Kevorkian (1928- 2011) torna-se mundialmente conhecido como Dr. Morte ao desenvolver uma máquina para a prática de “suicídio assistido” cujo objetivo era abreviar o sofrimento dos doentes terminais: o próprio paciente aciona um mecanismo que injeta em seu corpo substâncias letais. Mais de 130 pacientes morreram por esse procedimento, denominado eutanásia. Fonte: Gallo. Silvio. Filosofia: experiência do pensamento. São Paulo: Editora Scipione. 2014 (adaptado).

Como se pode perceber, há diferentes formas de se encarar o fenômeno morte. Esse tipo de posicionamento que leva em conta as diferenças pode ser chamado, também, de
determinismo moral.
ceticismo moral.
dialético moral.
relativismo moral.
conformismo moral.
Qual é uma das conclusões tiradas pelo relativismo moral a partir do fato de que culturas diferentes têm códigos morais diferentes?
Todas as práticas morais devem ser toleradas.
É possível mostrar de forma conclusiva que uma prática moral é melhor que outra.
Todas as práticas morais devem ser condenadas.
Não existe verdade moral universal.
Religiões muçulmanas obrigam as mulheres a usarem uma burca. Para um relativista moral que vive num país em que mulheres são independentes, qual das posturas abaixo é coerente com sua concepção metaética?
Ser tolerante com esses costumes diferentes do seu.
Criticar essa prática afirmando que ninguém é obrigado a usar uma roupa que não quer usar.
Apoiar o governo de seu país em medidas para promover o direito das mulheres em todo o mundo.
Criticar essa prática com base no direito de todas as mulheres a fazer suas escolhas.

Tirar a vida de um feto com menos de 3 meses de idade, num caso em que a gravidez ocorreu por descuido, é visto por algumas pessoas e grupos como uma ação imoral, mas ao mesmo tempo outras pessoas e grupos pensam que se trata de uma ação moral.

Imagine uma sociedade em que toda a população praticamente condena o aborto. De acordo com o relativismo, nesse caso
O relativismo não tem uma resposta clara nesse caso.
Não existe uma resposta correta para a questão. Depende do que diz a lei do país.
Não existe uma única resposta correta para a questão. Depende dos valores que a pessoa que vive nessa sociedade adota.
O aborto é imoral, porque a maioria das pessoas da nossa sociedade considera essa ação imoral.
O aborto é moral, pois os relativistas geralmente são mais liberais em relação a questões de bioética.