Anaxímenes | Filosofia na Escola

Anaxímenes

Anaxímenes
Anaxímenes era um filósofo que pensava que o ar era o elemento básico por trás de todas as coisas e procurou mostrar como esse elemento pode se transformar em tudo que compõe a natureza.

Anaxímenes é um filósofo pré-socrático que viveu no século VII a. C. na cidade grega de Mileto. Ele estudou filosofia com Anaximandro e como esse se interessou por uma série de áreas do conhecimento, como astronomia. Ele é o terceiro integrante da escola Jônica de filosofia, ao lado de Tales e Anaximandro.

Anaxímenes também pensava que toda a natureza era composta por um princípio ou elemento único. Se para Tales esse princípio era a água e Anaximandro o ilimitado, para seu sucessor esse elemento era o ar. Para o filósofo todas as coisas são formadas de ar através de um processo de condensação e distensão.

O ar é o princípio de todas as coisas

Para Anaxímenes, num determinado momento todas as coisas que conhecemos eram apenas ar. Ele pensa esse elemento como algo extremamente maleável, encontrado em qualquer lugar e que pode se transformar em qualquer coisa através da atuação de determinadas formas naturais.

Publicidade

O filósofo tentou oferecer uma explicação de como o ar pode se transformar em outras coisas. Para Anaxímenes, o ar se transforma em outros elementos dependendo de sua rarefação e densidade. Quando ele é rarefeito se torna fogo, enquanto quando é condensado se torna vento, depois chuva e quando é condensado ainda mais se torna água, depois terra e rochas. Tudo o que existe surge desse processo.

Anaxímenes é o primeiro filósofo pré-socrático a oferecer uma explicação de como um elemento básico pode se transformar em outros elementos. Tales e Anaximandro, seus predecessores, haviam postulado a existência de um princípio básico para todas as coisas, porém deixaram em aberto a questão de saber por qual processo a água de Tales, por exemplo, pode se transformar em fogo ou terra. Já Anaxímenes, porém, foi mais longe que ambos e procurou explicar como o ar pode se tornar coisas tão distintas de si.

Explicação de fenômenos naturais

Anaxímenes também procurou encontrar uma explicação para a origem da terra, da lua  e do sol, assim como todo que a compõem e os processos naturais, como a chuva, terremotos etc.

Segundo o filósofo , a terra foi formada a partir do ar por um processo de condensação. Da posterior evaporação da terra surgiram os corpos celestes, como o sol e a lua. Todos eles flutuam em correntes de ar que existem no espaço. O sol circunda a terra, que é plana, e fica atrás de partes muito altas quando chega a noite.

Uma série de processos naturais também recebe explicação: o relâmpago e o trovão surgem do vento saindo das nuvens; terremotos são causados quando a terra seca muito depois de ter sido umedecida pelas chuvas; o granizo é formado pela água congelada.

Talvez muitas das ideias e explicações oferecidas por Anaxímenes nos pareçam ingênuas. Hoje temos um conhecimento muito avançado sobre o mundo comparado ao que estava disponível na época em que viveu o filósofo. Mas ao fazer esse tipo de avaliação, é necessário não perder de vista o contexto.

Anaxímenes está dando os primeiros passos na tentativa de buscar uma compreensão para a natureza que não recorra a deuses para explicar seu funcionamento. Está tentando usar a observação e o raciocínio para desvendar seus mistérios. E nisso foi bastante engenhoso.

Referências consultadas

Diógenes Laércio. Vidas e doutrinas dos filósofos ilustres. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1988, p 47-48.

Giovanni Reale. História da Filosofia: Antiguidade e Idade Média. São Paulo: Paulus Editora, 1990, pp. 34-35.

Recentes

  1. Demócrito
  2. Tales de Mileto
  3. Parmênides
  4. Anaximandro
  5. Heráclito

Example image

Livros de filosofia

Confira uma seleção de livros de filosofia e embarque numa viagem pelo mundo das ideias.

Leia mais
Example image

Guia de falácias

Guia com explicações, exemplos e exercícios sobre uma série de falácias encontradas na argumentação cotidiana.

Estudar