Proposições simples e compostas

Proposições simples e compostas

Por
William é formado em filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), tem especialização em docência e trabalha como professor de filosofia no ensino médio.
janeiro 21, 2020 - 2 min leitura

Já vimos que proposições são afirmações com sentido e valor de verdade. Por isso, frases como “leia o texto!” ou “mingau tia foi” não são proposições: a primeira porque não pode ser verdadeira ou falsa, é uma ordem, e a segunda porque não tem sentido.

Proposições podem ser simples e compostas. As primeiras são afirmações como

  • Fumar causa câncer.
  • Ângela tem 35 anos.
  • Esse ano o verão será mais quente que a média.
  • Todos os seres humanos são mortais.

A lógica proposicional usa símbolos para simplificar a análise de argumentos. Por isso, cada uma dessas proposições pode ser representada com uma letra maiúscula, como F, A, E, T. Não há uma regra para a escolha de letra específica.

As proposições compostas são formadas pela combinação de várias afirmações simples. Por exemplo:

  • Maria foi ao mercado e Teresa à farmácia.
  • Se o calor aumentar, irá chover.
  • Vou tomar sorvete ou picolé.

Podemos substituir as proposições das frases acima por símbolos e termos o seguinte resultado:

  • M e T.
  • Se C, então H.
  • T ou P.

Note que as proposições são unidas através de elementos como “e” “se-então” e “ou”. Essas expressões são chamadas de operadores ou conectivos lógicos, o tema do próximo artigo.

Faça uma pergunta ou deixe um comentário

📧 Vamos manter contato?

Receba periodicamente em seu email uma lista com os últimos artigos publicados. Não se preocupe, não enviamos emails comerciais.