Questões sobre Comte

Questão 1

O filósofo Auguste Comte (1798 – 1857) preenche sua doutrina com uma imagem do progresso social na qual se conjugam ciência e política deve assumir o aspecto de uma ação científica e a política deve ser estudada de maneira científica (a física social). Desde que a Revolução francesa favoreceu a integração do povo na vida social, o positivismo obstina-se no programa de uma comunidade pacífica. E o Estado, instituição do “reino absoluto da lei”, é a garantia da ordem que impede o retorno potencial das revoluções e engendra o progresso.
RUBY, C. Introdução à filosofia política. São Paulo: Unesp, 1998 (adaptado).
A característica do Estado positivo que lhe permite garantir não só a ordem, como também o desejado progresso das nações, é ser
agente repressor, tendo um papel importante a cada revolução, por impor pelo menos um curto período de ordem.
espaço coletivo, onde as carências e desejos da população se realizam por meio das leis.
produto científico da física social, transcendendo e transformando as exigências da realidade.
programa necessário, tal como a Revolução Francesa, devendo portanto se manter aberto a novas insurreições.
elemento unificador, organizando e reprimindo, se necessário, as ações dos membros da comunidade.

Questão 2

Tanto Augusto Comte quanto Karl Marx identificam imperfeições na sociedade industrial capitalista, embora cheguem a conclusões bem diferentes: para o positivismo de Comte, os conflitos entre trabalhadores e empresários são fenômenos secundários, deficiências, cuja correção é relativamente fácil, enquanto, para Karl Marx, os conflitos entre proletários e burgueses são o fato mais importante das sociedades modernas.
A respeito das concepções teóricas desses autores, é CORRETO afirmar:
Para Karl Marx, o caráter contraditório do capitalismo manifesta-se no fato de que o crescimento dos meios de produção se traduz na elevação do nível de vida da maioria dos trabalhadores embora não elimine as desigualdades sociais.
Comte considera que a partir do momento em que os homens pensam cientificamente, a atividade principal das coletividades passa a ser a luta de classes que leva necessariamente à resolução de todos os conflitos.
Marx acredita que a história humana é feita de consensos e implica, por um lado, o antagonismo entre opressores e oprimidos; por outro lado, tende a uma polarização em dois blocos: burgueses e proletários.
Comte pensava que a organização científica da sociedade industrial levaria a atribuir a cada indivíduo um lugar proporcional à sua capacidade, realizando-se assim a justiça social.
Tanto Augusto Comte quanto Karl Marx concordam que a sociedade capitalista industrial expressa a predominância de um tipo de solidariedade, que classificam como orgânica, cujas características se refletirão diretamente em suas instituições.

Questão 3

Augusto Comte, filósofo francês do século XIX e fundador do positivismo, ao explicar a evolução da humanidade, definiu a maturidade do espírito pelo abandono de todas as formas míticas e religiosas, opondo, dessa forma, mito e razão e ainda, indicando a inferioridade do mito como tentativa fracassada de explicação da realidade. Ao exaltar a ciência, no entanto, o positivismo acabou por gerar o “mito cientificista”, que se caracterizou pela:
valorização de algumas práticas rituais mágicas quando elas levavam ao autoconhecimento.
convicção de que as ciências seriam a base do novo pensamento religioso.
possibilidade de desmontar os antigos conceitos científicos ao criar outros.
crença na ciência como única forma de saber possível.

Questão 4

Sobre os ideais de Auguste Comte, é correto afirmar que:
O pensamento formalista de Comte é fundamentado na concepção de que o mundo deve estar sempre organizado e formalizado para atender às necessidades do Estado.
De acordo com Comte, o positivismo é a busca pela organização do mundo social na racionalidade, não admitindo explicações sobrenaturais; tem como lema “ordem e progresso”.
O Positivismo de Comte é baseado nas ciências naturais e através da experimentação e dos resultados científicos busca-se o conhecimento do mundo.
A causa e efeito norteiam o pensamento desse pensador francês que, a partir de interpretações do mundo, buscou na filosofia e na psicologia desenvolver o método comtiano racionalista e causualístico.
O pensamento positivista é derivado de reflexões teológicas e constituído a partir da racionalidade agostiniana em um momento em que a Europa buscava uma antítese para as explicações capitalistas de exploração das colônias africanas e asiáticas.

Questão 5

Segundo Comte, “todos os bons espíritos repetem, desde Bacon, que somente são reais os conhecimentos que repousam sobre fatos observados”. Com esse pensamento, o que Comte deseja afirmar? Marque a alternativa CORRETA.
Os mitos e a religião devem conviver harmoniosamente com a ciência.
Ao expulsarmos os mitos, a religião, as crenças em geral e a metafísica, a ciência positiva assume seu devido lugar.
A religião supera a ciência e é mais ampla do que esta.
A metafísica possui respostas mais consistentes do que as ciências positivas.

Questão 6

Dentro das Ciências Sociais, como nas demais Ciências, encontramos várias correntes filosóficas, entre elas, o Positivismo.
Uma das características do Positivismo é:
Analisar a sociedade a partir das classes, as quais seriam compostas pela quantidade de dinheiro acumulado.
Proporcionar a intepretação do social pela ótica da religião, a qual poderia explicar a existência das desigualdades e dos conflitos como sendo algo natural em meio à sociedade.
Utilizar o método cartesiano para compreender o social, dividindo o social e o individual como objetos diferentes de análise.
Aliar a ciência ao desenvolvimento de melhorias para a sociedade, sempre garantindo a ordem, pois a organização social é fundamental para que tenhamos a paz, evitando, assim, distúrbios e abalos no sistema.
Ser uma teoria socialista em que se junta a ordem e o progresso, sendo a primeira fundamental para se obter a melhoria da vida em sociedade.

Questão 7

( ) O positivismo inicia-se no século XIX com Auguste Comte, para quem a humanidade atravessa três etapas progressivas, indo da superstição religiosa à metafísica e à teologia, para chegar, finalmente, à ciência positiva, ponto final do progresso humano.
( ) Comte, herdeiro das ideias do filósofo inglês Thomas Hobbes, dirá que o homem não é sociável por natureza, mas sim por artifício. Sendo partidário de uma visão individualista e liberal, propõe o estudo científico da sociedade: assim como há uma física da Natureza, a sociologia deve estudar os fatos humanos usando procedimentos, métodos e técnicas empregados pelas ciências naturais.
( ) A concepção positivista não termina no século XIX com Comte, mas será uma das correntes mais poderosas e influentes nas ciências humanas em todo o século XX.
( ) A sociologia positivista, iniciada por Comte e desenvolvida como ciência pelo francês Emile Durkheim, estuda a sociedade como fato, afirmando que o fato social deve ser tratado como uma coisa, à qual são aplicados os procedimentos de análise e síntese criados pelas ciências naturais.
( ) O positivismo, herdeiro direto do cartesianismo, insiste no dualismo corpo-consciência, segundo o qual o homem é um ser duplo, composto de uma substância pensante e uma substância extensa. Assim como Descartes, o ponto de partida de Comte é converter a dúvida em método e, dessa forma, instituir o campo de atuação da sociologia: estudar a substância extensa enquanto fato social, isto é, do ponto de vista empírico.
Assinale a alternativa correta.
V – F – F – F – V.
V – V – V – V – F.
F – F – F – V – F.
V – F – V – V – F.
V – V – V – F – F.

Questão 8

Tanto Augusto Comte quanto Karl Marx identificam imperfeições na sociedade industrial capitalista, embora cheguem a conclusões bem diferentes: para o positivismo de Comte, os conflitos entre trabalhadores e empresários são fenômenos secundários, deficiências, cuja correção é relativamente fácil, enquanto, para Karl Marx, os conflitos entre proletários e burgueses são o fato mais importante das sociedades modernas. A respeito das concepções teóricas desses autores, é CORRETO afirmar:
Marx acredita que a história humana é feita de consensos e implica, por um lado, o antagonismo entre opressores e oprimidos; por outro lado, tende a uma polarização em dois blocos: burgueses e proletários.
Comte considera que a partir do momento em que os homens pensam cientificamente, a atividade principal das coletividades passa a ser a luta de classes que leva necessariamente à resolução de todos os conflitos.
Comte pensava que a organização científica da sociedade industrial levaria a atribuir a cada indivíduo um lugar proporcional à sua capacidade, realizando-se assim a justiça social.
Para Karl Marx, o caráter contraditório do capitalismo manifesta-se no fato de que o crescimento dos meios de produção se traduz na elevação do nível de vida da maioria dos trabalhadores embora não elimine as desigualdades sociais.
Tanto Augusto Comte quanto Karl Marx concordam que a sociedade capitalista industrial expressa a predominância de um tipo de solidariedade, que classificam como orgânica, cujas características se refletirão diretamente em suas instituições.

Questão 9

Cada uma de nossas concepções principais, cada ramo de nossos conhecimentos, passa sucessivamente por três estados diferentes: estado teológico, ou fictício; estado metafísico, ou abstrato; estado científico, ou positivo. Daí três sortes de filosofia, ou de sistemas gerais de concepções sobre o conjunto de fenômenos, que se excluem mutuamente: a primeira é o ponto de partida necessário da inteligência humana; a terceira, seu estado fixo e definitivo; a segunda, unicamente destinada a servir de transição.
COMTE, A. Curso de filosofia positiva. São Paulo: Abril Cultural, 1978 (adaptado).
O texto aponta que, para o fundador do Positivismo, o espírito humano atinge
a consolidação dos mitos universais.
o regresso ao final do processo.
a descoberta das leis efetivas.
a desconsideração dos fatos pretéritos.
a indiferença ao desenvolvimento dos indivíduos.

✏️ Banco de questões e atividades de filosofia ✏️ Lista de exercícios