Tipos de conhecimento

2 min de leitura
Última atualização agosto 2019

Há várias formas de classificar os tipos de conhecimento. Uma delas é entre conhecimento proposicional, por contato ou familiaridade e o conhecimento prático, ou saber fazer.

O conhecimento proposicional é um tipo de conhecimento se expressa através de afirmações, é um saber que alguma coisa é verdadeira. Sabemos que a capital do Brasil é Brasília, que a água serve para matar a sede, que a Terra é redonda e muitas coisas mais. Todos esses conhecimento, que são expressos em afirmações ou proposições são chamados de conhecimento proposicional.

O conhecimento por familiaridade não é um conhecimento que envolve contato direto, familiaridade com aquilo que se quer conhecer. Se digo “eu conheço Porto Alegre”, não estou afirmando que sei seu número de habitantes, nomes de suas ruas, a língua que é falada aí, uma lista de atrações culturais e etc. Conhecer uma cidade não é conhecer uma lista de fatos sobre ela, mas frequentá-la, caminhar em suas ruas, conviver com seus habitantes. Esse é o tipo de conhecimento que envolve contato direto com o objeto que se conhece.

Por fim, há o conhecimento prático, que envolve a aquisição de uma habilidade. Se dito “Mário sabe andar de bicicleta”, não quero dizer com isso que ele sabe oferecer uma descrição detalhada de todos os movimento que são necessários para subir em uma bicicleta e sair andando sem cair. Mas que ele é capaz, mesmo sem saber dizer uma palavra sobre como fez isso, andar.

Se pensar no conhecimento que adquiriu na escola, o conhecimento proposicional são o inúmeros fatos e teorias aos quais foi apresentado. “A Terra gira ao redor do sol”, “os órgãos humanos são compostos de células”, “a vida evoluiu na Terra através da seleção natural” são exemplos de conhecimento dessa natureza. O conhecimento por familiaridade também está presente, na medida em que conhecemos o que é uma escola, colegas, professores, até mesmo algumas substâncias químicas que jamais veremos se não em um laboratória na escola e inúmeros outros exemplos. Por fim, aprendemos a fazer muitas coisas: a ler, escrever, diferentes tipos de cálculos, falar em público etc.