Apelo à piedade

Descrição

Apelo à piedade é uma falácia que ocorre quando se apela à piedade para que uma conclusão seja aceita. Ou seja, ocorre quando se apela à compaixão, à emoção, se procura despertar pena em quem procuramos convencer através de argumentos. Seu nome latino é ad misericordiam.

Os exemplos dessa falácia são abundantes, já que ela é muito usada, sobretudo em situações nas quais queremos convecer alguém sem ter razão.

Exemplo 1

Imagine a seguinte cena. Um motorista é parado pelo guarda de trânsito por excesso de velocidade. Ao ver que o guarda irá lhe aplicar uma multa tenta fazer com que mude de ideia

Motorista – Oh, seu guarda, não há nenhuma razão para me dar uma multa de trânsito por ir muito rápido.  Eu estava a caminho do hospital para ver minha esposa que está doente.

No exemplo acima, o motorista tentou despertar a compaixão do guarda falando de sua esposa doente e usando isso como justificativa para o excesso de velocidade.

Referências sobre falácias

Almossawi, Ali. O livro ilustrado dos maus argumentos. Rio de Janeiro: Sextante, 2017.

Schopenhauer, Arthur. 38 estratégias para vencer qualquer debate. São Paulo: Faro Editorial, 2014.

Velasco, Patrícia Del Nero. Educando para a argumentação: contribuições do ensino da lógica. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

Walton, Douglas N. Lógica Informal: manual de argumentação crítica. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

Livraria

O Anticristo
R$ 22

Nietzsche

Além do bem e do mal
R$ 21

Nietzsche

Genealogia da moral
R$ 19

Nietzsche

O mundo de Sofia
R$ 29

Jostein Gaarder

A gaia Ciência
R$ 20

Nietzsche

Nietzsche
R$ 32

Michel Onfray

A revolução dos bichos
R$ 23

George Orwell

Fahrenheit 451
R$ 9

Ray Bradbury