Introdução

Imagine o caso de Fernanda. Ela tem 22 anos, está em um emprego novo como caixa de um supermercado, é solteira e está apaixonada por Ricardo. Depois de muita paquera, finalmente eles se beijaram pela primeira vez. Um mês depois, no final de uma festa na república dele, eles transaram. Os dois estavam muito afobados, um pouco bêbados e muito, muito inseguros, foi sem camisinha mesmo. Dois meses depois, como a menstruação não vinha nunca, Fernanda resolveu acabar com aquela angústia e fez o teste de gravidez. Sem contar para ninguém, escondida no banheiro. Deu positivo. Ela estava grávida. Agora ela não sabe o que fazer, a história com Ricardo não foi para frente, não estão juntos mais. Se conversar com ele, talvez ele assuma e a ajude. Mas não vão criar a criança juntos, como um casal. O pior de tudo é que a gravidez aconteceu justamente quanto ela estava com esperança de conseguir pagar a faculdade de Administração no próximo semestre. Ela tem planos de ser mãe um dia, mas agora não teria condições financeiras de sustentar a criança. Vai ter que ficar na casa dos pais, desistir dos estudos e abrir mão de seu sonho de independência. Desesperada, ela contou sua situação para Aline, uma amiga do trabalho. A moça disse que ouviu dizer que havia um médico que fazia abortos por debaixo do pano.

O que Fernanda deve fazer nessa situação? Evidentemente não podemos responder a essa questão pessoal. A Fernanda é que decidirá fazer ou não um aborto, assim como assumir as eventuais consequências.

No entanto, essa história suscita algumas questões morais: as pessoas deveriam ter o direito de fazer um aborto? Em que situações? O feto tem direito a vida? A partir de que momento? O direito à vida do feto é sempre mais importante que o direito à escolha da mulher?

Essa pesquisa irá te conduzir por algumas ideias que serão úteis para que reflita cuidadosamente sobre essas questões e a partir disso tenha um ponto de vista bem fundamentado.

Siga para as tarefas para mais informações sobre o que deverá fazer.

Tarefas

Para concluir essa pesquisa sobre o aborto, faça as seguintes tarefas:

Faça uma pesquisa em alguns dos textos disponíveis em processo. Esses textos apresentam diferentes pontos de vista e argumentos sobre as questões apresentadas na introdução.
Escreva uma dissertação de síntese sobre a pesquisa realizada.
Faça uma apresentação de 5 minutos para os colegas de turma sobre a pesquisa que realizou.

Publicidade

Na aba avaliação você encontra mais detalhes sobre como realizar as duas últimas tarefas e os critérios de avaliação.
Agora vá para processo, onde encontrará os materiais para realizar sua pesquisa.

Processo

Os textos abaixo apresentam diferentes perspectivas sobre o aborto. Leia e discuta cada um deles com seus colegas. Também é importante fazer algumas anotações para a partir disso elaborar sua apresentação e dissertação.

Agora que você já explorou os materiais da pesquisa, vá para avaliação para ver como fazer a dissertação e a apresentação.

Avaliação

Para concluir essa pesquisa, você deverá apresentar para os colegas os pontos principais da sua pesquisa e escrever uma dissertação. Nesses trabalhos, siga as orientações abaixo:

Apresentação

Na sua apresentação, você deve: 1) apresentar o problema que irá discutir; 2) apresentar pelo menos dois argumentos a favor e contra o aborto; 3) apresentar seu ponto de vista sobre a questão pesquisada, seguido de argumentos consistentes; 4) responder a alguns questionamentos dos colegas.

Sua apresentação será avaliada de acordo com os seguintes critérios: 1) atendeu às quatro exigências acima; 2) apresentou os argumentos a favor e contra de forma clara, completa e imparcial; 3) soube usar argumentos para defender uma perspectiva pessoal e responder à críticas.

Dissertação

Sua dissertação, deve seguir um esquema parecido com o da apresentação: 1) apresentar o problema que irá discutir na introdução de seu texto; 2) apresentar pelo menos um argumento a favor e contra o aborto; 3) apresentar seu ponto de vista sobre a questão pesquisada, seguido de argumentos consistentes.

A correção de sua dissertação levará em conta os seguintes critérios: 1) atendeu às exigências acima; 2) apresentou os argumentos a favor e contra de forma clara, completa e imparcial; soube usar argumentos para defender uma perspectiva pessoal sobre a questão da pesquisa.

Conclusão

Parabéns por ter chegado até aqui. Agora você conhece um pouco do debate existente na filosofia sobre a questão do aborto. Esperamos que essa pesquisa e a discussão com os colegas tenha contribuído para sua reflexão sobre esse tema.

Esse é um bom começo de pesquisa, porém ela não precisa parar por aqui. Caso deseje continuar, os links abaixo serão úteis.

Livros

  • Pedro Galvão. A ética do aborto.
  • Peter Singer. Ética Prática.
  • Francisco Razzo. Contra o aborto.
  • Antologia de filosofia moral

Vídeos

O aborto dos outros

Deixe um comentário