7 Livros sobre falácias e maus argumentos

Por
William é formado em filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), tem especialização em docência e trabalha como professor de filosofia no ensino médio.
novembro 2019 - 7 min de leitura

Viver é fazer escolhas. Qual ação adotar, em que opinião acreditar, o que é certo ou errado – todas essas são dúvidas que temos. Em todos esses casos, não resta outra alternativa além raciocinar, argumentar e escolher o melhor.

Como viver é fazer escolhas, saber argumentar é indispensável para a vida.

Falácias são maus argumentos aos quais temos certa propensão de sucumbir, de se deixar levar. Conhecê-las ajuda a evitar cometer erros na argumentação e, sendo assim, a pensar e escolher melhor.

Nessa lista de livros sobre falácias, apresentamos alguns que poderão ajudá-lo a conhecer mais sobre o assunto. Ao final na lista também indicamos outros recursos, como sites e cursos a distância.

#1 38 estratégias para vencer qualquer debate

O primeiro da nossa lista de livros sobre falácias foi escrito pelo filósofo Arthur Schopenhauer. Ele é um catálogo de todo tipo de abuso argumentativo usado rotineiramente para ganhar debates mesmo sem a menor razão.

Certamente é um livro útil para conhecer o que não usar como argumento e treinar a atenção para detectar essas falácias na fala e escrita de outras pessoas, não se deixando persuadir.

Na lista de estratagemas apresentados por Schopenhauer, encontramos recomendações como: “mude as palavras do oponente para confundi-lo”, “use a exceção para destruir a tese”, “deixe seu oponente desequilibrado”. Já se vê por isso que se trata de estratégias para um vale tudo argumentativo.

#2 Lógica Informal: manual de argumentação crítica

O segundo livro de nossa lista foi escrito por Douglas Walton, atualmente professor da Universidade de Winnipeg no Canadá, uma das principais referências no estudo da Lógica Informal.

O livro é um manual introdutório que aborda como construir bons argumentos e como criticar os maus. Ao longo do texto, são analisados mais de 150 exemplos de argumentos, entre os quais dezenas de falácias.

Certamente é um dos melhores livros em português para quem deseja melhorar sua capacidade de argumentar e criticar argumentos falhos.

#3 Como mentir com estatística

Esse livro não é de um filósofo propriamente dito. Mas dada a importância do uso de estatística na argumentação, e da autoridade que tem, consideramos relevante incluir ele na lista. Escrito por Darrell Huff, o livro foi pioneiro em abordar o mau uso da estatística para maquiar dados e abalizar opiniões.

Segundo Huff, vale ter sempre um pé atrás. Amostras enviesadas, gráficos dúbios, listagens incompletas: item por item o autor apresenta os vilões da interpretação de dados.

Em um capítulo, ele aponta como os gráficos estatísticos, mesmo matematicamente corretos, podem não representar em nada a realidade.

Em outro, vemos que uma mesma projeção pode mostrar um futuro positivo ou alarmante, dependendo da amplitude de dados que ela cobre. Conhecemos assim uma série de falácias indutivas. O livro termina com um brilhante passo a passo para o leitor aprender a diferenciar informação de enrolação.

#4 Guias ilustrados sobre falácias

O livro ilustrado dos maus argumentos e Guia Ilustrado das Falácias – 34 Maus Argumentos a Serem Evitados são dois livros com uma abordagem totalmente acessível e lúdica sobre falácias. Ambos usam uma série de ilustrações e diálogos para explorar o tema.

Ver também  Apelo ao ridículo

No entanto, é necessário um cuidado importante com esse tipo de livro: ele peca pela superficialidade. É sempre recomendável, depois dessa leitura, ler algo como Lógica Informal, para ter uma compreensão mais completa sobre o tema.

#5 Attacking Faulty Reasoning

Os últimos livros de nossa lista não estão disponíveis em português.

Attacking Faulty Reasoning foi escrito por T. Edward Damer, professor da faculdade Emory and Henry College, nos Estados Unidos.

O livro é um manual para construção de bons argumentos e está organizado em duas partes. A primeira apresenta o que é um bom argumento, definindo isso através de uma série de critérios.

A segunda apresenta argumentos que violam essas regras, as falácias. Ao todo são explicadas 60 falácias, com vários exemplos. Além disso, o autor discute como atacar esses maus argumentos quando reconhecidos. O livro também conta com uma série de exercícios ao final de cada capítulo para o leitor praticar seus novos conhecimentos.

#6 Bad Arguments: 100 of the Most Important Fallacies in Western Philosophy

Esse é um dos livros mais completos da lista. Escrito em colaboração com dezenas de autores, Bad arguments apresenta 100 falácias.

Em artigos breves, cerca de duas ou três páginas, cada falácia é explicada e analisada a partir de vários exemplos. Além de ser bastante completo, o livro se destaca por usar exemplos retirados de situações reais, de debates públicos. Muitos inclusive provenientes da história da filosofia.

#7 Fallacies and Argument Appraisal

O último da lista de livros sobre falácias foi escrito Christopher W. Tindale, professor de filosofia na Universidade de Windsor, no Canadá.

Esse livro se destaca por oferecer um tratamento mais completo para cada uma das falácias apresentadas. O autor critica a tipo mais comum de apresentação sobre falácias, que se limita a atribuir um rótulo a um mau argumento sem maior discussão. Com exemplos geralmente estereotipados, simples demais para serem encontrados em debates reais.

Ao contrário disso, seu livro discute sempre exemplos complexos, retirados de debates reais. Além disso, cada capítulo analisa em detalhe cada exemplo, com todas as suas nuances. Ao lado de Lógica Informal, é um dos melhores livros sobre o tema.

Outros recursos para aprender sobre falácias

Se você deseja conhecer mais sobre falácias, a lista acima é um bom começo.

Além de livros, também existem muitos recursos na internet que são um bom ponto de partida. Porém é necessário um certo cuidado nesse caso. Muitos sites oferecem uma abordagem tão superficial quando tratam das falácias que dificilmente alguém saberá argumentar melhor ou reconhecer maus argumentos através disso.

No site Filosofia na Escola temos algumas dezenas de artigos sobre falácias que procuram fugir dessa regra. Os textos são mais complexos, os exemplos são casos reais, sempre que possível, e apresentamos critérios para diferenciar quando certo tipo de argumento é uma falácia ou não.

Por fim, você encontra no Coursera um curso à distância sobre o tema produzido pela universidade de Duke. O curso conta com dezenas de videoaulas e tarefas avaliativas. Nesse caso, além de conhecer a fundo o assunto poderá inclusive receber um certificado de participação.


Conhecer mais sobre argumentação e raciocínio é fantástico e nos ajuda a pensar e escolher melhor. Boa leitura!

Newsletter

Receba periodicamente novas publicações em seu e-mail.