Ladeira escorregadia ou bola de neve

Por
William é formado em filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), tem especialização em docência e trabalha como professor de filosofia no ensino médio.
Última atualização agosto 2019

Ladeira escorregadia ou bola de neve é uma falácia que ocorre quando dizemos que, se permitirmos que algo aconteça isso levará a uma sequência inevitável de eventos e pelo menos um desses é totalmente indesejável.

Primeiro exemplo

O exemplo abaixo poderia ser uma reação de alguém contrário obrigatoriedade do registro do uso de armas

Agora querem registrar armas de uso pessoal. Depois serão todas as armas; e mais tarde vão querer confiscar todas as nossas armas. Aí o governo irá fazer o que bem entender com a população, sem que essa possa reagir.

No exemplo, há uma sequência de eventos que supostamente ocorrerão de maneira inevitável caso o evento inicial – registrar armas de uso pessoal – seja permitido. E evento final – o governo fazendo o que bem entender com a população – é claramente indesejável.

Segundo exemplo

Se aceitarmos que o Estado proíba discursos de ódio, não demorará para que aceitemos também que proíba vídeos pornográficos, e depois que proíba discursos minoritários, e depois que proíba discursos críticos ou contrários ao governo, até que se tenha esvaziado toda liberdade de expressão e já não possamos dizer mais coisa alguma livremente sem sermos punidos.

Terceiro exemplo

Se permitirmos o aborto de fetos anencéfalos, daqui a pouco estaremos permitindo também o aborto de fetos com deficiências físicas, e depois de fetos com doenças graves, e depois de quaisquer fetos indesejados, até que não haja mais limite e tenhamos, sem perceber, perdido toda proteção à vida intrauterina e permitido todas as formas de aborto.

Referências e leitura adicional

Para conhecer mais, veja nossa lista de falácias com dezenas de textos didáticos abordando esse tema. Para uma análise mais aprofunda, sugerimos a leitura de Lógica Informal, um livro de Douglas Walton. Esse é o livro mais abrangente em português sobre o assunto.

Douglas Walton. Lógica Informal: manual de argumentação crítica. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *