Causa Questionável, post hoc

Descrição

Causa questionável ou Post hoc  é uma falácia que ocorre quando concluímos que existe uma relação causal entre dois eventos ao observarmos sua correlação. O nome latino dessa falácia é post hoc, ergo propter hoc, que significa “depois disso, logo, por causa disso”.

Exemplo 1

Observe o argumento abaixo

Toda vez que o galo canta, o sol nasce. Portanto, devo concluir que é o cantar do galo que faz o sol nascer.

A primeira premissa do argumento – “toda vez que o galo canta, o sol nasce” – estabelece uma correlação entre dois eventos, o cantar do galo e o nascer do sol. Dizer que há uma correlação entre dois eventos significa o mesmo que afirmar que um ocorre depois do outro.

O problema no raciocínio acima é que, com base nessa correlação, se estabelece uma relação causal entre os dois acontecimentos. Por isso temos uma falácia causa questionável.

Exemplo 2

Observe o argumento abaixo

Em média, há uma maior proporção de homossexuais vivendo com AIDS do que a população em geral. Portanto, devemos concluir que a homossexualidade causa AIDS.

Embora a AIDS seja encontrada em uma porcentagem muito maior da população homossexual do que na população heterossexual, não podemos concluir que a homossexualidade é a causa da AIDS, mais do que podemos concluir que a heterossexualidade é a causa da gravidez.

Em ambos os casos, uma coisa está relacionada a outro. Casal heterossexual associado à gravides e ser homossexual e ter AIDS. Porém, não é a heterossexualidade a causa da gravides e tampouco o fato de ser homossexual que faz com que se tenha AIDS – isso está associado a fatores biológicos, comportamentais e sociais.

Exemplo 3

Esse é um exemplo curioso de causa questionávelImagine a seguinte situação

Os habitantes de certa ilha observaram, corretamente, ao longo dos séculos, que pessoas com boa saúde têm piolhos no corpo e que pessoas doentes, não. Então, concluíram que os piolhos tornam a pessoa saudável.

Nesse último exemplo, temos mais um caso de correlação entre dois eventos – ter saúde e ter piolhos – e a partir disso se afirma uma relação de causa e efeito – os piolhos causam a saúde. Se trata de uma falsa causa, já que o se a premissa do argumento não permite uma conclusão do tipo causal.

Por que é uma falácia?

Esse tipo de raciocínio é uma falácia por que o fato de dois eventos estarem associados pode ser simplesmente uma coincidência. Por isso, passar rápido da observação de correlação para conclusão causal não é razoável. No entanto, um raciocínio post hoc não necessariamente é falacioso. Em muitas situações, o fato de haver correlação entre dois eventos é um indício importante de que há uma relação causal.

Referências

Walton, Douglas N. Lógica informal: manual de argumentação crítica. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.